A CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) anualmente entra na justiça contra milhares de mutuários (que é como são chamados os proprietários de imóveis da CDHU) que estão em situação irregular com a Companhia, o prejuízo é muito grande, o dinheiro das parcelas que os mutuários atrasam poderia ser utilizado para a viabilização de novas moradias, a CDHU realiza anualmente diversos mutirões de negociação mas muitos deles não tem interesse em quitar as suas dívidas junto a CDHU, muitas pessoas consideram que o valor irrisório das parcelas as vezes (mínimo R$50,00) não precisa ser pago pois a pessoa não sofrerá nenhuma penalidade, a pessoa acostuma a não pagar e a longo prazo acaba devendo muito junto a companhia.

Além da Inadimplência a CDHU enfrenta outro grande problema que é o comércio irregular de moradias, pessoas vendem imóveis sem o consentimento da CDHU, alugam ou não usam para fins de moradia própria. A CDHU recebe muitas denuncias, e tem entrado nos últimos anos na justiça para reaver a posse dos imóveis, e leva-lo a leilão ou repassá-lo a outra família que realmente precisa da moradia.

Imóveis da CDHU sem valor

Muitos beneficiários da CDHU não dão valor aos imóveis, depreciam o patrimônio, acabam transformando os conjuntos habitacionais em verdadeira favelas verticais e horizontais, colocam varal de chão nos empreendimentos nas áreas comuns, estendem roupas nas janelas, vândalos fazem pichação estragam as áreas comuns e não tem respeito com seus vizinhos, violência, tudo transforma a convivência difícil em muitos empreendimentos da CDHU. Mas felizmente essa não é a situação de todos os empreendimentos, a Residenciais que foram entreguem e são muito bem cuidados por seus mutuários.

Todo empreendimento construído para coletividade apresenta seus problemas de convivência, no entanto com o tempo as famílias beneficiadas com os apartamentos da CDHU tem que procurar se intender e cuidar de seu próprio patrimônio, pois as áreas comuns é de todos os proprietários e moradores. Não dá simplesmente para a Prefeitura e a CDHU ficar fazendo o tempo todo serviço de babá, limpando lixo dentro dos empreendimentos que os moradores descantam sem qualquer noção, enfim os Empreendimentos da CDHU a partir do momento que são entregas são encarados como imóveis particular, as famílias tem que cuidar de seus imóveis e das áreas comuns.

Se de um lado a falta de cuidado e de zelo por seus imóveis é grande, de outro famílias transformam Residenciais da CDHU em verdadeiros condomínios, contratando empresas para fazer portaria, limpeza, manutenção e segurança do local. Com a coletividade é possível cuidar dos imóveis, basta vontade entre os mutuários.

Atenção mutuários da CDHU, cuidem de suas Casas e Apartamentos, mas cuidem também das áreas comuns!