chuleO odor forte nos pés, chamado popularmente de chulé é um dos males que afeta milhares de pessoas em todo o mundo, muita gente sofre com ele. Vamos entender hoje como ele surge e como acabar ou pelo menos amenizar os seus sintomas. Ninguém gosta de conviver com ele, por isso é importante entender como ele surge e como evitar que o cheiro forte apareça na hora de tirar o calçado. Muita gente tem chulé tão forte que ele acaba aparecendo mesmo sem a pessoa tirar o calçado, além de ser desconfortável para quem está perto é muito constrangedor para quem sofre desse problema.

Como o chulé surge

A contrário do que muitos pensam, o chulé não é uma doença e sim uma situação temporária e que tem tratamento. O chulé surge basicamente da ação das bactérias com o suor. Vamos entender:
O suor não possui nenhum odor, os nossos pés tem uma tendência muito forte para a transpiração, inclusive algumas pessoas acabam ficando com os pés molhados o dia todo quando utilizam calçados fechado, é ai que surge o chulé, pois as bactérias se proliferam no suor formando o desagradável cheiro de chulé.

Fatores que ajudam a desenvolver o Chulé

  • Utilização de sapato muito fechado e sem nenhum ventilação;
  • transpiração excessiva;
  • Utilização de calçados e meias sujas pois favorecem o aparecimento de bactérias que formam o chulé;
  • Calos e rachaduras nos pés;
  • Não utilizar meias;
  • Usar o mesmo sapato todo dia;
  • Deixar o calçado guardado em ambiente sem ventilação

Como evitar o chulé

  • Lave e seque muito bem os pés: nunca utilize um sapato com os pés ainda úmidos, pois a umidade favorece o aparecimento de bactérias que dão origem ao terrível chulé.
  • Utilize sabonetes antissépticos: uma dia ótima é usar o sabonete Protex, Dettol, Lifebuoy, Granado ou qualquer outro sabonete bactericida para lavar os pés, pois ele possui uma poderosa ação de eliminação de bactérias e germes.
  • Utilize talco no sapato pois ele ajuda na eliminação da umidade dos sapatos.
  • Quanto tirar o calçado coloque sal e bicarbonato de sódio, retire quando for calçar o calçado novamente. Isso ajuda a evitar que o calçado crie o odor característico do chulé;
  • Mantenha os sapatos em ambientes arejados;
  • Faça hidratação nos pés com creme, pois as rachaduras favorecem o aparecimento de bactérias;

 

Receita caseira – Limão e leite de rosas
Amorne um pouco de água (suficiente para deixar os pés de molho), coloque três limões espremidos, três colheres de sal e deixe os pés de molho na mistura por cerca de 20 minutos.

 

Receita caseira – cânfora
Pegue duas pedrinhas de cânfora e coloque em uma quantidade de água morna suficiente para deixar os pés de molho, acrescente quatro colheres de sal e um pouco de vinagre. Deixe os pés de molho por cerca de vinte minutos, depois enxágue com água corrente.

 

Receita Caseira – Vinagre e sal

Deixe os pés de molho por vinte minutos em água morna com um pouco de vinagre e sal.

Se o problema com o chulé persistir, procure um médico dermatologista. Agora você já conseguiu entender como chulé surge, então poderá evitar que ele se forme em seus pés. Quem utiliza botinas, botas ou sapatos muito fechado tem uma tendência ao aparecimento dele, no entanto seguindo essas dicas é possível amenizar bastante seus efeitos.