O Empregador precisa estar em dia com o pagamento do FGTS senão ele não consegue participar de algumas licitações. É importante que o pagamento do FGTS seja realizado em dia para evitar problemas futuros. Hoje vamos falar sobre o CRF (Certificado de Regularidade do FGTS), que se trata da Certidão Negativa do FGTS, com ela é possível descobrir se o empregador deixou de pagar alguma contribuição ou valor quando estava obrigado a fazer o pagamento do mesmo. É importante que as pessoas inscritas no CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoal Jurídica), ou cadastrados no cadastro específico do INSS realizem o pagamento pontual para evitar de ficar com a CRF irregular.

Como consultar o CRF – Certidão Negativa do FGTS

Você deverá colocar o número da sua inscrição que pode ser o CNPJ ou então o CEI (Cadastro Específico do INSS). É necessário também inserir a sigla do seu estado. Após isso clique em “consultar” será gerado uma certidão contendo a sua situação junto ao FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). A emissão é feita pela Caixa Econômica Federal (CEF) que é o banco responsável pelo recolhimento do FGTS.

Quem não está em dia com o FGTS, fica impedido de realizar muitas coisas, entre elas não pode participar de licitações públicas, entre outras. Conforme a Lei 8.036/90 e 9.012/95 por isso se sua situação está irregular, procure entrar em contato para que o pagamento atrasado seja regularizado. Poderão ser cobrados juros e multa por atraso de acordo com a situação e a quantidade de pagamentos em atraso.

Fique em dia com as suas obrigações junto aos seus trabalhadores, evite problemas futuros. Quanto antes regularizar a situação melhor. Muitas empresas só se dão conta de que o CRF é importante quando acabam precisando de uma Certidão Negativa do FGTS e acabam ficando impedido de realizar algo ou perder algum negócio por conta desse débito.