O Minha Casa Minha possui duas fases, uma é voltado exclusivamente para a população de baixa renda e de áreas de risco (tem carácter social habitacional) já a segunda fase do programa Minha Casa Minha Vida é voltado para famílias com renda de R$1.600,00 a R$5.000,00 explicaremos hoje como se inscrever em cada uma delas e o processo para cadastro e inscrição para conseguir uma moradia popular, assim você saberá em qual das fases você deve se inscrever, muita famílias ganham acima de R$1.600,00 e ficam esperando inscrições do Minha Casa Minha Vida fase 1, quando só bastava escolher uma construtora e um imóvel do programa para a inscrição.


Minha Casa Minha Vida Fase 1

  • Voltado para famílias com renda de 0 até R$1.600,00
  • Parcela do imóvel será de 10% da renda familiar (Mínimo R$50,00)
  • Pagamento durante 10 anos a Caixa Econômica Federal
  • Não é feita consulta aos Órgãos de Proteção ao Crédito, sendo assim não tem problema a família estar com o nome Sujo.
  • São Imóveis próprios para essa fase e que são sorteados entre os inscritos.

 

O Governo Federal arca com a maior parte do valor do imóvel, pois uma pessoa que paga R$50,00 por mês em 10 anos não terá pago nem o custo de construção do imóvel. O Minha Casa Minha Vida arca com todo o valor e gasto restante do imóvel.

Para se inscrever no Fase 1 não é tão fácil, pois é diferente de um financiamento habitacional comum, pois a família não chega a pagar nem o custo dos imóveis, então a quantidade de Casas e Apartamentos do fase 1 é limitada e é feita por Sorteio e cadastro na Prefeitura.

 

Como se Cadastrar no Minha Casa Minha Vida fase 1

Você deverá procurar a Prefeitura da sua Cidade ou uma Associação de Moradia Popular, nunca pode ser cobrado valor algum para a família realizar a inscrição, se isso acontecer denuncie. A aquisição é mais complicada pois é feita por sorteio e a Prefeitura e a Caixa Econômica Federal é que são as responsáveis pela seleção das famílias beneficiárias. A família não pode ter nenhum imóvel e o imóvel que está adquirindo deve ser usado apenas para moradia própria.

 


Minha Casa Minha Vida fase 2

  • Renda Familiar de R$1.600,00 até R$5.000,00
  • Subsídio do Governo Federal de até R$23.000,00
  • Pode-se usar o FGTS para abatimento no valor do Financiamento
  • Financiamento de até 30 anos
  • Juros e Parcelas reduzidas para caber no orçamento familiar.
  • A própria família escolhe o imóvel que deseja comprar com o auxílio do programa.

Para se inscrever no Minha Casa Minha Vida a família não pode ter nenhum imóvel na cidade ou em todo o território nacional. O Novo imóvel deve ser utilizado exclusivamente para moradia própria.

Como se Inscrever no MCMV fase 2

Basta procurar uma Construtora parceira do Minha Casa Minha Vida na sua cidade, escolher um imóvel e proceder com toda a documentação junto a construtora e a Caixa Econômica Federal.

 

Saia do Aluguel, inscreva-se no Minha Casa Minha Vida, agora você já sabe se a sua família tem renda de até R$1.600,00 basta procurar a Prefeitura ou uma Associação Habitacional e aguardar convocação e sorteio. Agora se a sua família possui renda de R$1.600,00 até R$5.000,00 basta escolher um imóvel dentro do programa Minha Casa Minha Vida de construtoras parceiras e proceder com o financiamento.