Uma das principais dúvidas dos leitores do Oficial Blog está relacionada as fases do Programa Minha Casa Minha Vida, então resolvemos esclarecer alguns pontos que geraram muitas dúvidas nas matérias passas, primeiro é preciso que saibam que o Programa Minha Casa Minha Vida é do Governo Federal e pode beneficiar famílias com renda de 0 até 10 salários mínimos, no entanto o programa está divido em duas fases, O Minha Casa Minha Vida Fase 1 e o 2, muita gente acha que as fases estão relacionadas a etapas do programa, mas na verdade a diferença nas fases está na relação de famílias que elas beneficiam, você irá entender mais logo abaixo. Antes mais um esclarecimento as Construtoras e Plantões de Venda tem anunciado a venda direta pelo programa Minha Casa Minha Vida, é preciso que todos saibam que elas só podem vender diretamente o do fase 2 que beneficia um determinado grupo de família. Veja a diferença abaixo;

Minha Casa Minha Vida fase 1

Este benefícia famílias com renda de 0 (zero) até R$1.600,00 (Esse valor é reajustado de acordo com a alta do salário mínimo). Então pra entender melhor, nessa fase do programa não é feita consulta ao SPC, Serasa, enfim, então não tem problema caso você tenha o nome sujo. O que não pode acontecer é o seu CPF está irregular (Note que CPF irregular é diferente de Cadastro de Inadimplêntes). Nessa fase do programa as famílias pagam parcelas bem inferiores do que o aluguel. O Valor das prestações tem que corresponder a 10% da renda, então quem ganha apenas R$600,00 por mês por exemplo, só pagará R$60,00 mensais durante 10 anos. O Valor realmente é muito baixo e não chega nem atingir o custo venal das moradias. A Demanda do Minha Casa Minha Vida 1 é muito grande pois quem é que não quer sair do aluguel e pagar uma prestação simbólica por mês? Por ser voltado exclusivamente para as famílias de baixa renda a demanda habitacional das Casas e Apartamentos é bem maior, para adquirir um imóvel nessa fase é necessário fazer inscrição em sua prefeitura (Algumas exigem períodos específicos), ou órgão competente na sua cidade, como defesa civil ou Assistência Social caso estejam credenciadas.


Minha Casa Minha Vida Fase 2

Para as famílias que ganham acima de 3 salários mínimos até o máximo de 10. Nessa fase não precisa aguardar abertura de inscrição, basta procurar uma contrutora ou incorporadora de imóveis credenciada ao Programa Minha Casa Minha Vida e dar entrada na documentação junto a Caixa Econômica Federal. Diferentemente do que acontece com a primeira fase, nessa não se pode ter nome sujo e precisa comprovar renda, é mais simplificada que um financiamento habitacional convencional porém tem um pouco de burocracia.


Então esperamos que tenha ficado claro a diferença entre as duas fases do programa, só para enfatizar a inscrição do Fase 1 é por sorteio e por cadastro na prefeitura ou órgão compentente no municipio, e a fase 2 é só procurar uma construtora credenciada ao Minha Casa Minha Vida 2 e dar entrada na documentação junto a Caixa Econômica Federal que é a responsável pelo financiamento.