A Anatel criou um novo plano para tornar mais acessível o telefone fixo as famílias de baixa renda. Por um valor que vai de R$13,00 a R$15,00 por mês já incluso os impostos você pode ter uma linha telefônica na sua casa. A operadora Oi já oferece esse plano as famílias de baixa renda. Para a aquisição é necessário possui o Cadastro Único de programas sociais do Governo Federal (CadÚnico) e estar com os seus dados pessoais atualizados.

O Cadastro Único é feito quando a família vai se tornar beneficiaria de qualquer programa social do governo como Bolsa Família, Fome Zero entre outros programas. Se você possui esse cadastro poderá solicitar sua linha telefônica pagando pouquinho por mês.

 

O Plano

Por um valor que vai de R$13 a R$15 por mês você contará com uma franquia de 90 minutos para telefones fixo local de qualquer operadora. Se quiser falar mais de 90 minutos ou ligar para celular ou fazer interurbano o consumidor deverá comprar cartões de recarga do valor que desejar. O telefone fixo da Oi está sujeito a disponibilidade de instalação no seu endereço, consulte a central de vendas para ver se na sua região tem cobertura dos serviços fixo da Oi.

 

Como contratar

Para contratar é necessário ligar para a Central de Atendimento da Oi, se a sua região pertence a antiga Brasil Telecom deverá ligar para o 10314, demais regiões ligue para o 10331.
É necessário que você tenha em mãos todos os seus documentos pessoais e também o número do Cadastro Único (CadÚnico). Se houver disponibilidade e você for aprovado a sua linha será instalada no seu endereço em até 7 dias úteis.

A Anatel resolveu incentivar as famílias brasileiras a assinarem um telefone fixo como referência para sua casa. Em uma época onde os telefones celulares estão ocupando o mercado da telefonia fixa. O telefone popular da Oi está muito barato pois pelo valor abaixo de R$15 por mês você ainda tem direito a falar até 90 minutos com telefone fixo. Infelizmente este plano só será acessível para quem possui o cadastro único caso contrário não poderão assinar uma linha desta modalidade. Se você é baixa renda procure o órgão responsável por programas sociais no seu munícipio e faça o seu cadastro, além deste você tem direito a muitos outros benefícios e incentivos do governo federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado