previdencia-inssO INSS é o Instituto Nacional responsável pelo Seguro Social, é ele que recebe contribuições dos contribuintes individuais, empresas e entidades. Quando alguém vai se aposentar o recebe pensão, auxílio maternidade ou auxílio doença o brasileiro tem que recorrer ao órgão para solicitar o benefício. Para manter tudo isso o INSS precisa receber contribuição de todos os trabalhadores e brasileiros que desejam contar com o auxílio da autarquia. Se você está desempregado ou trabalha por conta saiba que é muito importante contribuir com o órgão, pois só assim você terá garantia de auxílio ou aposentadoria no futuro. Quanto antes começar a contribuir com o INSS melhor pois assim terá um tempo maior de contribuição e consequentemente poderá ter um benefício maior, dependendo do tipo de pagamento que optar.

Como contribuir com o INSS Autônomo

Se você é autônomo ou profissional liberal, pode e deve contribuir com o INSS, você pode contribuir com o valor mínimo ou então com valores maiores de acordo com o salário de contribuição que você deseja, custa barato contribuir com o INSS antes só era possível contribuir com 20% do Salário Mínimo, mas agora com a nova lei o trabalhador pode pagar 11% do salário mínimo e contar com os benefícios e auxílios do INSS. Só um detalhe a contribuição de 11% sobre o salário mínimo não dá direito a aposentadoria por tempo de contribuição somente por idade, se quiser aposentar por tempo de contribuição então deverá contribuir com o valor mínimo de 20% sobre o salário mínimo nacional.

O Plano Simplificado que corresponde a 11% sobre o salário mínimo, dá os seguintes benefícios: Auxílio Doença, Salário Maternidade, Auxílio-Reclusão, Pensão por morte, aposentadoria por invalidez e aposentadoria por idade.

Já o plano Normal de recolhimento de 20% sobre o salário mínimo dá direito a todos os benefícios do plano simplificado + aposentadoria por tempo de contribuição.

 

Códigos de Contribuição

1007 – Contribuinte Individual com recolhimento mensal
1004 – Contribuinte Individual com recolhimento trimestral
Confira aqui todos os códigos de contribuição do INSS

Formas de Pagamento

Carnê GPS INSS

Escolhido o valor que você deseja contribuir com o INSS e o respectivo código de acordo com o tipo de atividade e benefícios que você deseja, você poderá comprar o Carnê GPS (Guia da Previdência Social), em qualquer papelaria você encontra ele.

Débito Automático em Conta

A maneira mais fácil de contribuir com o INSS é através do Débito Automático em sua conta bancária, nesse caso é só fazer o cadastro e mensalmente, trimestralmente, ou anualmente de acordo com a escolha, o INSS irá debitar o valor escolhido por você da sua conta bancária de qualquer banco. Importante: Para utilizar o serviço você deverá solicitar antes a Senha junto ao INSS CADSENHA Eletrônico INSS, para tal você deverá agendar o atendimento no INSS.
Com a senha em mãos, você poderá cadastrar no débito automático a sua contribuição aqui.

Quem nunca trabalhou – Como contribuir

Quem nunca trabalhou não possui PIS, PASEP nem o NIT (Número de Inscrição do Trabalhador), então deverá fazer a inscrição pela internet.
Inscreva-se aqui como Contribuinte Individual, Facultativo, Empregado Doméstico ou Segurado Especial do INSS, com isso ao final do cadastro você receberá o número do seu NIT com o qual poderá realizar contribuições ao INSS.

Esqueci o meu PIS , PASEP ou NIT como contribuir?

Caso não se recorde, acesse aqui, preencha todas as informações como se fosse se inscrever como Contribuinte Individual, Facultativo, Segurado Especial ou Empregado Doméstico pela primeira vez, ao final se você já tiver registro será informado o número do seu NIT, PIS ou PASEP, pois não é possível cadastrar mais de um NIT.