bolsa-familia-cartaoO Bolsa Família é um benefícios concedido a milhões de famílias, além de melhorar as condições de vida com uma ajuda mensal em dinheiro para as famílias carentes que é paga através do Cartão do Bolsa Família, o programa ainda oferece cursos profissionalizantes. O Valor do benefício varia de acordo com a renda e a quantidade de pessoas mais pode passar dos R$300,00 por mês. Para muitas famílias brasileiras o Bolsa Família é de grande ajuda para a sobrevivência dos filhos na escola, com a ajuda do Governo as famílias saem de condições de extrema miséria. Muitas famílias tem o direito de receber o Bolsa Família porém não se cadastram no programa e deixam de receber o benefício que poderia melhorar a sua condição de vida.

Como Recadastrar o Bolsa Família

Pelo menos a cada 2 anos é preciso fazer o recadastramento do Bolsa Família que acontece anualmente em prazos e períodos pré-especificados. A Família que não se recadastrar no Programa Bolsa Família pode ter o benefício suspenso ou Cancelado. O Recadastramento consiste na atualização de todas as informações da famílias como: Renda, Telefone, Endereço, Confirmação de Dados Pessoais e Econômicos, Verificação de frequência escolar dos filhos, etc. Para fazer o recadastramento é preciso levar os documentos como indica abaixo:

Documentos para o Recadastramento do Bolsa Família

Um representante maior de 18 anos deve comparecer ao Centro de Referência e Cidadania, CRAS ou Centro de Assistência e Cidadania do Município com os documentos abaixo:

Indivíduos maiores de 18 anos devem todos apresentar através de um representante familiar os seguintes documentos:

  • RG
  • CPF
  • Título de Eleitos
  • Carteira de Trabalho (de todos os maiores de 18 anos)
  • Comprovante de Residência

Crianças de até 7 anos:

  • Certidão de Nascimento
  • Carteira de Vacinação atualizada (com todas vacinas em dia)

De 7 á 17 anos de Idade:

  • RG ou Certidão de Nascimento
  • Comprovante de Matrícula Escolar.

Para fazer o recadastramento só uma pessoa da família deve comparecer aos locais indicados acima, ela deve ter em mãos todos os documentos mencionados acima de todos que moram na residência. É importante não omitir nenhuma informação, pois caso ocorra divergências de dados ou informações incorretas o benefício pode ser suspenso ou cancelado. Pessoas que não trabalham de carteira assinada não tem renda declarada, sendo assim muitas famílias declaram como desempregados ou autônomo com renda inferior a renda real,  agora quem tem Carteira Assinada já não tem como omitir informação pois a mesma será solicitada para o recadastramento e se a renda ultrapassar o benefício não será renovado, sendo suspenso ou cancelado.