Quem mora no estado de São Paulo já se acostumou ao ouvir do caixa no momento da compra “CPF na Nota?” muitos consumidores aderiram e já se acostumaram a pedir o CPF na Nota Fiscal, acabou virando um hábito para muitos paulistas, que não dispensam a ideia de ter de volta parte do imposto pago em cada compra, mesmo que esse valor muitas vezes seja irrisório, ele é um direito do cidadão desde a criação do programa Nota Fiscal Paulista. Muitos consumidores ainda tem dúvidas quanto a como utilizar os créditos, como transferir o dinheiro para uma Conta Corrente ou Poupança, ou ainda utilizar para abatimento no IPVA, para a utilização dos créditos é necessário que o consumidor tenha acumulado no mínimo R$25,00 em créditos do Nota Fiscal Paulista para só então solicitar a transferência.

Como utilizar Créditos do Nota Fiscal Paulista

Ao logar aqui no sistema do Nota Fiscal Paulista no menu superior você verá:

Depois selecione uma forma de utilização conforme imagem abaixo:

  • Crédito em Conta Corrente (mínimo R$25,00)
  • Crédito em Conta Poupança (Valor mínimo R$25,00)
  • Desconto no IPVA (Apenas em períodos específicos do ano está opção está liberada)

 

Após confirmar e inserir os dados para a transferência, dentro de alguns dias a Secretária da Fazenda fará a transferência para a utilização conforme opção selecionada. É importante ressaltar que a Conta Corrente ou Poupança deverá estar em seu nome, não é permitida a transferência para conta de terceiros, anteriormente o Nota Fiscal Paulista permitia a transferência de créditos para outro CPF no entanto a opção foi removida do sistema, caso não possua Conta Corrente, deverá ter uma Conta Poupança em qualquer banco ou então usar para desconto no IPVA caso possua algum veículo em seu nome.

Muita gente já resgatou créditos do Programa Nota Fiscal Paulista, o cidadão não abre mais mão de seus direitos, com o programa ele pode recuperar até 30% do imposto pago no momento da compra, os valores apesar de muitas vezes serem considerados irrisórios são um direito do consumidor, ser restituído pelo programa, além de beneficiar o consumidor o programa vem combatendo a sonegação de impostos pois muitos consumidores tem denunciada a Secretária da Fazenda estabelecimentos que não estão emitindo nota fiscal em mercadorias, ou mesmo deixam de informar o CPF do cliente ao órgão, virou hábito, muitos paulistanos já se acostumaram a pedir CPF na Nota, e você também pede CPF na Nota?